Como as categorias de conteúdo da Internet são determinadas?

A Proteção para a Família agrupa vários sites em categorias que foram criadas para economizar o tempo dos pais. Alguns exemplos de categorias incluem: Para crianças, redes sociais e conteúdo adulto. Em vez de inserir sites individuais nas listas Permitir ou Bloquear, os responsáveis podem usar as categorias para controlar o que as crianças veem. Se os responsáveis optarem por configurar uma filtragem de sites que bloqueie uma categoria de sites, as crianças não terão acesso aos sites dessa categoria.

Observação

  • Embora a Proteção para a Família use a tecnologia mais avançada, nenhum sistema desse tipo pode ser 100% preciso. A filtragem de sites é uma tecnologia em evolução que por vezes pode categorizar um site de forma diferente do que um pai ou o editor de um site faria. Se um pai ou editor de site achar que um site não foi bloqueado ou permitido mas que deveria ter sido, ele pode relatar isso à equipe da Proteção para a Família.

Os sites são categorizados inicialmente por análise de computador, e os resultados são verificados por revisores profissionais. Se um site for popular e o conteúdo for estável, seu endereço será armazenado no computador em uma lista de classificação de conteúdo. Se um site não for popular o bastante para ter uma entrada nessa lista, ou o conteúdo do site for alterado com frequência, a Proteção para a Família consultará um serviço de classificação de conteúdo para determinar a categoria do site.

O serviço de classificação de conteúdo avalia sites de acordo com uma série de regras. O serviço diz à Proteção para a Família que:

  • Um site pertence a uma determinada categoria (como sites de conteúdo adulto).

  • O site é de interesse geral e não pertence a nenhuma categoria.

  • O site é desconhecido, e o serviço não pode categorizá-lo com um nível de confiança suficientemente alto.

Precisa de mais ajuda?