Reconhecendo tipos de arquivos perigosos

Estas informações se aplicam ao Windows Internet Explorer 7 e ao Windows Internet Explorer 8.

Os tipos de arquivos perigosos são aqueles com o potencial de conter vírus ou spyware que pode danificar as informações ou os programas no computador. Os tipos de arquivos considerados perigosos em geral são arquivos de programas (.exe), macros ou arquivos .com. A grande maioria de arquivos com essas extensões não contém vírus. Mas, quando você baixa ou recebe esses tipos de arquivos em um email, não deve abri-los a menos que confie na fonte ou esteja esperando o arquivo.

A seguir estão as extensões de nome de arquivo mais comuns usadas por vírus de email e outros softwares mal-intencionados. Quando receber arquivos com essas extensões, salve-os em uma pasta no computador e, antes de executá-los, examine-os imediatamente com um software antivírus atualizado.

Extensões de nome de arquivo mais comuns

A tabela a seguir descreve as extensões de nome de arquivo que podem indicar que um arquivo é perigoso.

Extensão Tipo de arquivo
Extensão

.exe

Tipo de arquivo

Programa

Extensão

.com

Tipo de arquivo

Programa do MS‑DOS

Extensão

.pif

Tipo de arquivo

Atalho para um programa do MS‑DOS

Extensão

.bat

Tipo de arquivo

Arquivo em lotes

Extensão

.scr

Tipo de arquivo

Arquivo de proteção de tela

Observações

  • Alguns vírus usam arquivos com duas extensões para fazer com que arquivos perigosos pareçam ser seguros. Por exemplo, Documento.txt.exe ou Fotos.jpg.exe. A extensão à extrema direita é a que o Windows tentará abrir. É extremamente raro que um arquivo legítimo tenha duas extensões, portanto, evite baixar ou abrir esse tipo de arquivo.

  • É mais seguro baixar arquivos de texto (.txt) ou imagens (.jpg, .gif, .png) do que arquivos de programas ou macros. Contudo, você ainda deve se precaver contra fontes desconhecidas, pois alguns desses arquivos têm formatos especiais que podem explorar as vulnerabilidades de sistemas de computador.