Declaração de Privacidade

Declaração de Privacidade do Microsoft Security Essentials

Última atualização: abril de 2013

A Microsoft está empenhada em proteger a sua privacidade enquanto fornece produtos que ofereçam o desempenho, a capacidade e a comodidade que quer para a sua informática pessoal. Esta declaração de privacidade explica muitas das práticas de recolha e utilização de dados do Assistente de Atualização do Microsoft Security Essentials (o "produto"). Esta declaração não se aplica a outros sites, produtos ou serviços online ou offline da Microsoft.

Este produto ajuda a proteger o PC de software malicioso (maligno) como vírus, spyware e outro software potencialmente perigoso.

Oferece três formas de ajudar a proteger o PC de software maligno e outro software potencialmente indesejável:

  • Proteção em tempo real. O produto alerta-o quando software maligno, spyware ou outro software potencialmente indesejável tenta a instalação ou execução no PC. Também o alerta quando programas tentam alterar definições importantes do Windows.

  • Opções de análise. Pode utilizar o produto para procurar ameaças, vírus, spyware e outro software potencialmente indesejável que pode estar instalado no PC, para agendar análises regulares e para remover automaticamente qualquer software malicioso detetado durante uma análise.

  • Deteção. Se for detetado software malicioso no computador, serão efetuadas automaticamente certas ações para remover o software malicioso e proteger o computador de potenciais novas infeções. Depois da remoção do software malicioso, o produto também pode repor algumas definições do Windows (como a home page e o fornecedor de pesquisa).

Recolha e utilização de informações pessoais

Quando precisarmos de dados que o possam identificar pessoalmente ou que nos permitam contactá-lo, pediremos os mesmos explicitamente. As informações pessoais que recolhemos são usadas pela Microsoft e pelas subsidiárias e filiais controladas pela Microsoft para fornecer os serviços ou efetuar as transações que pediu ou autorizou e também poderão ser usadas para pedir informações adicionais em comentários que faça sobre o produto ou serviço que está a usar; para fornecer atualizações críticas e notificações relativas ao software de pré-lançamento; ou para melhorar o produto ou serviço (por exemplo, consultas sobre erros e formulários de inquéritos).

Exceto como descrito nesta declaração, as informações pessoais que fornecer não serão transferidas para terceiros sem o seu consentimento. Ocasionalmente, contratamos outras empresas para fornecimento de serviços limitados em nosso nome, como responder a perguntas de clientes sobre produtos ou serviços ou realizar análises estatísticas dos nossos serviços. Apenas forneceremos a essas empresas as informações pessoais de que precisam para fornecer o serviço, estando as mesmas proibidas de usar essas informações para qualquer outro fim.

A Microsoft pode aceder a informações sobre si ou divulgá-las, incluindo o conteúdo das suas comunicações, a fim de: (a) cumprir a lei ou responder a pedidos legais ou processos legais; (b) proteger os direitos de propriedade da Microsoft ou dos nossos clientes, incluindo o cumprimento dos nossos contratos ou políticas que regem a sua utilização dos serviços; ou (c) agir de boa-fé na convicção de que tal acesso ou divulgação é necessário para proteger a segurança pessoal dos funcionários da Microsoft, dos clientes ou do público. Também poderemos divulgar informações pessoais como parte de uma transação empresarial, como uma fusão ou venda de ativos.

Recolha e utilização de informações sobre o seu computador

Este software contém funcionalidades com capacidade de ligação à Internet que recolhem certas informações padrão do computador ("informações padrão do computador") e as enviam à Microsoft. As informações padrão do computador incluem certas informações sobre o software e o hardware do computador, como o endereço IP, o sistema operativo, o software de browser e a versão. Os detalhes de privacidade para cada funcionalidade do produto listados nesta declaração de privacidade revelam as informações adicionais que são recolhidas e como são usadas.

As informações recolhidas ou enviadas para a Microsoft podem ser armazenadas e processadas nos Estados Unidos da América ou em qualquer outro país ou região em que a Microsoft ou as suas afiliadas, subsidiárias ou fornecedores de serviços tenham instalações. A Microsoft rege-se pelo Sistema de Porto Seguro definido pelo Departamento de Comércio dos EUA no que diz respeito à recolha, utilização e armazenamento de dados provenientes da União Europeia, do Espaço Económico Europeu e da Suíça.

Definições recomendadas

Se optar pelas definições recomendadas durante a configuração, a proteção em tempo real será ativada e a análise automática será realizada semanalmente, às 2:00 de domingo.

Segurança das informações

A Microsoft está empenhada na proteção da segurança das suas informações. Utilizamos uma gama variada de tecnologias e procedimentos de segurança para ajudar a proteger as suas informações contra acesso, utilização ou divulgação não autorizados.

Para obter mais informações

A Microsoft agradece os seus comentários a respeito desta declaração de privacidade. Se tiver dúvidas sobre a presente declaração de privacidade ou acreditar que não a estamos a cumprir, contacte-nos utilizando o nosso formulário Web. Se tiver uma dúvida de suporte geral ou técnico, visite http://support.microsoft.com para obter mais informações sobre as ofertas do Suporte da Microsoft.

Microsoft Privacy, Microsoft Corporation, One Microsoft Way, Redmond, Washington 98052 EUA · 425-882-8080

Funcionalidades específicas

Separador Histórico

O faz esta funcionalidade: esta funcionalidade fornece uma lista de todo o software maligno ou software suspeito de ser maligno detetado no PC pelo produto e das ações efetuadas quando estes programas foram detetados. As informações apresentadas no separador Histórico refere-se a itens detetados para todos os utilizadores e não por utilizador.

Informações recolhidas, processadas ou transmitidas: uma lista de todo o software maligno ou software suspeito de ser maligno detetado no computador pelo produto e das ações efetuadas nestes itens armazenados no computador. Estas listas incluem a atividade do produto relativamente a todos os utilizadores locais no computador. As listas são enviadas à Microsoft como parte do MAPS.

Escolha e controlo: as listas do Histórico podem ser eliminadas pelo administrador do computador local. Por predefinição, todos os itens são apresentados para todos os utilizadores. Para que só o administrador do computador local posso ver todos os itens, no separador Definições, selecione o separador Avançadas e desmarque a opção "Permitir que todos os utilizadores vejam resultados de Histórico completos".

Microsoft Update

O que esta funcionalidade faz: o produto ativa a atualização automática do Windows Update e do Microsoft Update para ajudar a manter o computador atualizado com atualizações para o Windows e outro software Microsoft. Isto significa que qualquer software que use o Windows e o Microsoft Update será afetado por esta alteração. O Microsoft Update é essencial para lhe fornecer as atualizações mais recentes de definições de ameaças de software maligno para o produto.

Informações recolhidas, processadas ou transmitidas: para mais informações sobre o Windows Update e o Microsoft Update, consulte a Declaração de Privacidade dos Serviços de Atualização em http://go.microsoft.com/fwlink?LinkID=76234.

Escolha e controlo: o Windows Update e o Microsoft Update estão ativados por predefinição para lhe fornecer as últimas atualizações de software e de assinatura de vírus. Se, depois, pretender desativar as atualizações, pode fazê-lo através das definições do Windows. Para saber como, consulte a Declaração de Privacidade dos Serviços de Atualização em http://go.microsoft.com/fwlink?LinkID=76234.

Análise automática de software maligno

O que esta funcionalidade faz: o produto inclui uma funcionalidade de análise automática, que analisa o computador e o alerta se detetar software maligno. Pode ativar ou desativar a análise automática e alterar a frequência e o tipo de análises no separador Definições do produto. Pode também escolher as ações que são automaticamente aplicadas a software que o produto detete durante uma análise agendada. Para ameaças graves ou altas, por predefinição, serão efetuadas automaticamente certas ações para remover o software malicioso e proteger o computador de potenciais novas infeções. Depois da remoção do software malicioso, o produto também pode repor algumas definições do Windows (como a home page e o fornecedor de pesquisa). Para ameaças médias/baixas, pediremos que efetue uma ação. Para modificar as ações efetuadas em resposta a estas ameaças, consulte a secção Escolha e Controlo abaixo.

Informações recolhidas, processadas ou transmitidas: uma lista de todo o software maligno ou software suspeito de ser maligno detetado no computador pelo produto e das ações efetuadas nestes itens armazenados no computador. Estas listas incluem a atividade do produto relativamente a todos os utilizadores locais no computador. As listas são enviadas à Microsoft como parte do MAPS.

Escolha e controlo: apesar de não ser recomendado, pode desativar a análise automática no separador Definições do produto. Também pode configurar as ações efetuadas para cada nível de ameaça no painel "Definições" do produto.

Proteção em tempo real

O que esta funcionalidade faz: a funcionalidade de proteção em tempo real do produto alerta-o quando vírus, spyware e outro software potencialmente indesejável tenta a instalação ou execução no PC. Para ameaças graves ou altas, por predefinição, serão efetuadas automaticamente certas ações para remover o software malicioso e proteger o computador de potenciais novas infeções. Depois da remoção do software malicioso, o produto também pode repor algumas definições do Windows (como a home page e o fornecedor de pesquisa). Para ameaças médias/baixas, pediremos que efetue uma ação. Para modificar as ações efetuadas em resposta a estas ameaças, consulte a secção Escolha e Controlo abaixo.

Informações recolhidas, processadas ou transmitidas: uma lista de todo o software maligno ou software suspeito de ser maligno detetado no computador pelo produto e das ações efetuadas nestes itens armazenados no computador. Estas listas incluem a atividade do produto relativamente a todos os utilizadores locais no computador. As listas são enviadas à Microsoft como parte do MAPS.

Escolha e controlo: apesar de não ser recomendado, pode desativar a proteção em tempo real no separador Definições do produto. Também pode configurar as ações efetuadas para cada nível de ameaça no painel "Definições" do produto.

Extensão da Shell

O que esta funcionalidade faz: a extensão da Shell é uma ferramenta de análise que lhe permite selecionar ficheiros e/ou pastas específicos e analisá-los com o produto.

Informações recolhidas, processadas ou transmitidas: uma lista de todo o software maligno ou software suspeito de ser maligno detetado no computador pelo produto e das ações efetuadas nestes itens armazenados no computador. Estas listas incluem a atividade do produto relativamente a todos os utilizadores locais no computador. As listas são enviadas à Microsoft como parte do MAPS.

Escolha e controlo: a funcionalidade de extensão da Shell é uma ferramenta manual que pode optar por usar ou não.

Microsoft Active Protection Service (MAPS)

O que esta funcionalidade faz: O Serviço de Proteção Ativa Microsoft (MAPS) pode ajudar a proteger melhor o seu PC, transferindo automaticamente novas assinaturas para software maligno recentemente detetado e monitorizando o estado de segurança do seu PC. O MAPS comunica a existência de software maligno e outras formas de software potencialmente indesejado, bem como os erros encontrados no produto, à Microsoft. Se um relatório do MAPS incluir detalhes sobre software maligno ou software potencialmente indesejável que o produto consiga remover, o MAPS fará o download da assinatura mais recente para resolver o problema. O MAPS também pode encontrar "falsos positivos" (em que algo originalmente identificado como software maligno afinal não é) e corrigi-los.

Informações recolhidas, processadas ou transmitidas: esta funcionalidade envia relatórios sobre software maligno e software potencialmente indesejável à Microsoft. Estes relatórios incluem informações sobre os ficheiros ou aplicações em questão, como nomes de ficheiro, hash criptográfico, fornecedor, tamanho e carimbos de data. Além disso, o MAPS pode recolher URLs completos para indicar a origem do ficheiro que, ocasionalmente, podem conter informações pessoais, como termos de pesquisa ou dados introduzidos em formulários. Além disso, o MAPS pode recolher os endereços IP aos quais os ficheiros de software maligno potencial estabelecem ligação. Os relatórios também podem incluir as ações que aplicou quando o produto o notificou da deteção de software. Os relatórios do MAPS incluem estas informações para ajudar a Microsoft a avaliar a eficácia de deteção e remoção de software maligno e software potencialmente indesejável do produto.

Se o produto e o MAPS estiverem ambos ativados no PC, os relatórios do MAPS são enviados automaticamente à Microsoft quando o produto:

  • deteta software ou alterações feitas no PC por software que ainda não foi analisado relativamente a riscos;

  • aplica ações ao software maligno (como parte da sua remediação automática) quando o deteta;

  • conclui uma análise agendada e aplica automaticamente ações a software que deteta, de acordo com as suas definições; ou

  • encontra um erro ou outro problema.

Se os relatórios do MAPS reportarem à Microsoft novo software maligno que o produto consegue remover, será automaticamente feito o download de novas assinaturas para o computador, o que ajuda a protegê-lo mais rapidamente de possíveis ameaças.

A Microsoft utiliza os relatórios de erros para ajudar a manter o funcionamento previsto do produto e para proteger o seu computador de potenciais ameaças.

Pode aderir ao MAPS como membro básico ou avançado. Por predefinição, opta pela adesão básica. Os relatórios de membros básicos contêm as informações descritas nesta secção. Os relatórios dos membros avançados são mais abrangentes e podem ocasionalmente conter informações pessoais, por exemplo, de caminhos de ficheiros e informações parciais do estado da memória. Estes relatórios, juntamente com os relatórios de outros utilizadores que participam no MAPS, ajudam os nossos investigadores a detetar novas ameaças mais rapidamente. Depois, são criadas definições de software maligno para aplicações que cumpram os critérios de análise e as definições atualizadas são disponibilizadas a todos os utilizadores através do Windows Update.

Para ajudar a proteger a sua privacidade, os relatórios são enviados para a Microsoft de forma encriptada.

Para ajudar a detetar e corrigir tipos específicos de infeções de software maligno, o produto envia regularmente ao MAPS algumas informações sobre o estado de segurança do seu PC. Estas informações incluem as definições de segurança do seu PC e ficheiros de registo que descrevem os controladores e outro software carregado durante o arranque do PC. É também enviado um número que identifica o seu PC de forma exclusiva.

Utilização das informações: os relatórios do MAPS são usados para melhorar o software e os serviços da Microsoft. Os relatórios também podem ser usados para fins estatísticos, de teste ou de análise e para gerar definições. Só os empregados, fornecedores, parceiros e vendedores da Microsoft que precisam dos relatórios para fins comerciais têm acesso a estas informações. O MAPS não recolhe involuntariamente informações pessoais. Se o MAPS recolher quaisquer informações pessoais, a Microsoft não usa as informações para o identificar ou contactar.

Escolha e controlo: pode selecionar o seu nível de adesão ao MAPS (básico ou avançado) em qualquer altura utilizando o separador "Definições" do produto. Note que o MAPS só funciona se o produto estiver ativado no computador.

Quando o produto é atualizado, a Microsoft mantém as suas definições até o utilizador efetuar uma alteração.

Submissão automática de exemplo

O que esta funcionalidade faz: o produto contém funções que podem identificar determinados ficheiros como potencialmente indesejáveis e pode solicitar informações adicionais para efetuar uma avaliação. Confirme descrito abaixo, esta funcionalidade enviará esses ficheiros automaticamente sem o informar individualmente de cada vez que essa ação for recomendada.

Informações recolhidas, processadas ou transmitidas: esta funcionalidade envia ficheiros específicos do seu PC que o produto suspeita serem potencialmente indesejáveis. O relatório é utilizado para análise adicional. Estes relatórios podem incluir informações sobre os ficheiros ou aplicações em questão, como nomes de ficheiro, hash criptográfico, fornecedor, tamanho e carimbos de data. Os relatórios também podem incluir as ações que aplicou quando o produto o notificou da deteção de software.

Os relatórios de submissão de exemplo podem ser automaticamente enviados à Microsoft quando o produto deteta software ou alterações no PC que ainda não tenham sido analisados quanto aos riscos, quando as funcionalidades seguintes estão ativadas:

  • Submissão automática de exemplo

  • MAPS

A Microsoft utiliza os relatórios de submissão de exemplo para ajudar a manter o funcionamento previsto do produto e para proteger o seu computador de potenciais ameaças.

Para ajudar a proteger a sua privacidade, os relatórios são enviados para a Microsoft de forma encriptada.

Utilização das informações: os relatórios de submissão de exemplo são usados para melhorar o software e os serviços da Microsoft. Os relatórios também podem ser usados para fins estatísticos, de teste ou de análise e para gerar definições. Só os empregados, fornecedores, parceiros e vendedores da Microsoft que precisam dos relatórios para fins comerciais têm acesso a estas informações. Os relatórios de submissão de exemplo não recolhem intencionalmente informações pessoais. Se o relatório de submissão de exemplo recolher quaisquer informações pessoais, a Microsoft não usa as informações para o identificar ou contactar.

Escolha e controlo: Quando instalar o programa pela primeira vez, será automaticamente inscrito nesta funcionalidade por predefinição durante a configuração. Para optar ativamente por não participar, desmarque a caixa de verificação existente junto de "Ativar a submissão automática de amostras" durante a configuração; alternativamente, poderá optar ativamente por não participar mais tarde, através das definições do produto. Para desativar esta funcionalidade, aceda ao separador "Definições" do produto, selecione "Avançadas" na barra da esquerda e desmarque a caixa de verificação existente junto de "Enviar automaticamente amostras de ficheiros quando for necessária análise adicional". A submissão automática de amostras funciona quando o produto tiver sido ativado no seu computador e estiver inscrito no MAPS num nível básico ou avançado.

Durante uma atualização, poderá ser-lhe perguntado se pretende ativar a submissão automática de amostras. A Microsoft respeitará as suas definições até que as modifique.

Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente

O que esta funcionalidade faz: o Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente (“PMEC”) recolhe informações básicas sobre a sua configuração de hardware e sobre como usa os nossos software e serviços para identificar tendências e padrões de utilização. O PMEC também recolhe o tipo e o número de erros encontrados, o desempenho do software e hardware e a velocidade dos serviços. Não recolhemos o seu nome, morada ou outras informações de contacto.

Informações recolhidas, processadas ou transmitidas: para saber mais sobre as informações recolhidas, processadas ou transmitidas pelo PMEC, consulte a declaração de privacidade do PMEC em http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkID=52097.

Utilização das informações: usamos estas informações para melhorar a qualidade, fiabilidade e desempenho do software e os serviços da Microsoft.

Escolha/Controlo: o PMEC está desativado por predefinição. Durante a configuração terá a oportunidade de participar no PMEC. Se optar por participar e depois mudar de ideias, pode desativar o PMEC em qualquer altura utilizando a caixa de diálogo de tempo de execução Optar ativamente por não participar no PMEC. No menu Ajuda, abra a hiperligação com o nome “Programa de Melhoramento da Experiência do Cliente” e marque o botão de opção ‘Não Aderir’.