Gestão de Políticas de Grupo para profissionais de TI

Este tópico fornece informações sobre as tarefas e ferramentas comuns de administração e resolução de problemas associadas à Política de Grupo.

Ferramentas úteis

Esta secção descreve as transferências e ferramentas do Web site da Microsoft, associadas a esta versão do Windows, que o ajudam a configurar e a gerir a Política de Grupo.

Editor de Políticas de Grupo Local

O Editor de Políticas de Grupo Local é um snap-in da Consola de Gestão da Microsoft (MMC) que pode ser utilizado para editar objectos de Política de Grupo (GPO). O Editor de Políticas de Grupo Local e o snap-in Conjunto de Políticas Resultante estão disponíveis no Windows Server 2008 R2 e no Windows 7 Professional, no Windows 7 Ultimate e no Windows 7 Enterprise. Para obter mais informações, consulte http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=139815 (pode estar em inglês).

Poderá encontrar este snap-in da MMC na seguinte localização: %windir%\System32\gpedit.msc

Para abrir o Editor de Políticas de Grupo Local, clique em Iniciar, clique em Executar e, em seguida, escreva gpedit.msc.

Consola de Gestão de Políticas de Grupo

Para gerir a Política de Grupo do domínio numa empresa, primeiro tem de instalar a Consola de Gestão de Políticas de Grupo (GPMC). A GPMC consiste num snap-in da MMC e num conjunto de interfaces de script para gestão da Política de Grupo. A GPMC está incluída nas Ferramentas de Administração Remota do Servidor (RSAT), que se encontram disponíveis para transferência em http://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=130862 (pode estar em inglês).

As FARS permitem que os administradores de TI giram remotamente funções e funcionalidades no Windows Server 2008 R2 a partir de um computador com o Windows 7. As FARS incluem suporte para a gestão remota de computadores a executar uma instalação Server Core ou a opção de instalação completa do Windows Server 2008 R2.

Importante

  • A instalação das FARS não instala automaticamente a GPMC. Para instalar a GPMC depois de instalar as FARS, clique em Programas em Painel de Controlo, clique em Activar ou desactivar funcionalidades do Windows, expanda Ferramentas de Administração Remota do Servidor, expanda Ferramentas de Administração de Funcionalidades e seleccione as caixas de verificação Ferramentas de Administração de Funcionalidades e Ferramentas de Gestão de Políticas de Grupo. Poderá ser necessário executar a MMC com privilégios elevados mesmo que a sua conta se encontre no grupo Administradores do Computador. Para abrir a MMC com privilégios elevados, clique em Iniciar, clique em Todos os Programas, clique em Acessórios, clique com o botão direito do rato em Linha de Comandos e, em seguida, aponte para Executar como administrador. Se o Windows apresentar uma mensagem de segurança pedindo-lhe permissão para executar este programa, clique em Permitir. Na linha de comandos aberta, escreva mmc.exe para iniciar a MMC. Na árvore da consola da MMC, clique em Ficheiro, clique em Adicionar/Remover Snap-in, seleccione Editor de Objectos de Política de Grupo e, em seguida, clique em Adicionar.

Cmdlets da Política de Grupo do Windows PowerShell

O Windows PowerShell é uma shell de linha de comandos e a linguagem de script do Windows que pode utilizar para automatizar muitas das tarefas que efectua na interface de utilizador utilizando a Consola de Gestão de Políticas de Grupo (GPMC). Para o ajudar a concluir estas tarefas, a Política de Grupo fornece mais de 25 cmdlets. Cada cmdlet é uma ferramenta de linha de comandos simples com uma única função.

Pode utilizar os cmdlets da Política de Grupo para efectuar as seguintes tarefas para objectos da Política de Grupo (GPOs) baseados no domínio:

  • Manter GPOs: criação, remoção, cópia de segurança e importação de GPOs.

  • Associar GPOs a contentores do Active Directory®: criação, actualização e remoção de ligações de Política de Grupo.

  • Definir sinalizadores e permissões de herança nas unidades organizacionais (OUs) e domínios do Active Directory

  • Configurar definições de política baseadas no registo e definições do Registo das Preferências de Política de Grupo: actualização, obtenção e remoção.

  • Criar e editar GPOs de Arranque

Para utilizar os cmdlets da Política de Grupo do Windows PowerShell, tem de executar o Windows Server 2008 R2 num controlador de domínio ou num servidor membro que tem a GPMC instalada ou o Windows 7 com Ferramentas de Administração Remota do Servidor (RSAT) instaladas. As FARS incluem a GPMC e os seus cmdlets.

Também tem de utilizar o comando Import-Module grouppolicy para importar o módulo de Política de Grupo antes de utilizar os cmdlets, no início de cada script que os utiliza e no início de cada sessão do Windows PowerShell.

Pode utilizar a Assistência Remota dos cmdlets GPRegistryValue para alterar as definições de políticas baseadas em registos e os cmdlets GPPrefRegistryValue para alterar os itens de preferência do registo. Para obter informações sobre as chaves de registo associadas a definições de política baseadas no registo, consulte Referência de Definições de Política de Grupo (pode estar em inglês). Esta referência é uma folha de cálculo transferível.

Nota

  • Para obter mais informações sobre os cmdlets da Política de Grupo, pode utilizar o nome-cmdlet Get-Help< > e o cmdlet_nome Get-Help< >detalhado para ver a Ajuda básica e detalhada.

Implementação

Para obter informações sobre a implementação da Política de Grupo, consulte os seguintes recursos no Web site da Microsoft (estas páginas poderão estar em inglês):

Referência técnica

Para mais informações sobre a Política de Grupo, consulte as seguintes referências técnicas no Web site da Microsoft (estas páginas poderão estar em inglês):