Gravar um CD ou DVD no Windows Media Center: perguntas frequentes

Veja a seguir as respostas para algumas perguntas comuns sobre gravação de CDs e DVDs no Windows Media Center.

Mostrar tudo

Que tipos de CDs posso gravar no Windows Media Center?

Para gravar um CD no Windows Media Center, é preciso ter um gravador de CD conectado e instalado no computador. Dependendo do tipo, um gravador de CD pode ser instalado interna ou externamente no computador. Gravadores de CD internos podem ser instalados em um dos compartimentos de unidade do computador. Gravadores de CD externos são unidades autônomas, conectadas ao computador por meio de um cabo USB 2.0 ou, em alguns casos, de um cabo IEEE 1394.

Você pode usar um CD-R ou CD-RW em branco para gravar CDs no Windows Media Center. O tipo de CD gravável disponível para uso depende da sua preferência e também do tipo de CD gravável aceito pelo seu gravador de CD. Ao gravar CDs, lembre-se de que nem todos os CD players podem reproduzir discos CD-RW. É possível usar o Windows Media Center para gravar os seguintes tipos de CDs:

  • CD de áudio. Quando você grava um CD de áudio, o Windows Media Center converte os arquivos de áudio digital em um formato de áudio que é reconhecido e pode ser reproduzido por CD players padrão. CDs de áudio podem ser reproduzidos na maioria dos computadores e em CD players domésticos ou veiculares que reproduzem discos CD-R e/ou CD-RW. É possível gravar um CD de áudio a partir dos formatos de arquivo de áudio WMA (Áudio do Windows Media), MP3 ou WAV.

    Alguns arquivos de áudio digital podem estar protegidos, e talvez você não consiga gravá-los em um CD, dependendo dos direitos de uso de mídia atribuídos pelo proprietário ou provedor de conteúdo aos arquivos de áudio digital em questão.

  • CD de dados. Um CD de dados pode armazenar cerca de 700 MB de arquivos de música, imagem ou vídeo. Os CDs de dados também são úteis quando você deseja fazer backup de arquivos de dados. Quando você grava um CD de dados no Windows Media Center, os arquivos de mídia digital não são convertidos de um formato em outro, e sim simplesmente copiados para o CD. Porém, alguns CD players e computadores não executam CDs de dados ou alguns dos tipos de arquivo gravados em um CD de dados.

Que tipos de DVDs posso gravar no Windows Media Center?

Para gravar um DVD no Windows Media Center, é preciso ter um gravador de DVD conectado e instalado no computador. Dependendo do tipo, um gravador de DVD pode ser instalado interna ou externamente no computador. Os gravadores de DVD internos são instalados em um dos compartimentos de unidade do computador. Gravadores de DVD externos são unidades autônomas, conectadas ao computador por meio de um cabo USB 2.0 ou, em alguns casos, de um cabo IEEE 1394.

O tipo de DVD gravável usado depende do seu gravador de DVD. Certos gravadores de DVD podem gravar apenas em determinados tipos de DVD gravável. Por exemplo, com alguns gravadores de DVD, é possível gravar apenas em um DVD+R ou DVD+RW, ou em um DVD-R ou DVD-RW. Porém, outros gravadores de DVD permitem gravar em todos esses tipos de DVD gravável. Para determinar quais tipos de DVD o seu gravador pode gravar, consulte o manual fornecido com o gravador de DVD.

Se o seu gravador de DVD tiver suporte para gravação nesses tipos de discos, você poderá gravar um DVD no Windows Media Center usando um dos seguintes tipos de DVDs graváveis ou regraváveis: DVD+R, DVD+RW, DVD-R e DVD-RW.

No Windows Media Center, é possível gravar os seguintes tipos de DVDs:

  • DVD de vídeo. Quando você grava um DVD de vídeo, o Windows Media Center converte todos os arquivos de vídeo selecionados em um formato de vídeo que é reconhecido e pode ser reproduzido por DVD players padrão. Além disso, em muitos casos, esse DVD de vídeo também pode ser reproduzido no computador com o uso do Windows Media Center.

  • DVD de dados. Quando você grava um DVD de dados no Windows Media Center, os arquivos de mídia digital não são convertidos de um formato em outro, e sim simplesmente copiados para o DVD. DVDs de dados são úteis para o backup de arquivos de mídia digital, pois um DVD de um só lado é capaz de armazenar cerca de 4,7 GB de arquivos de música, imagem ou vídeo. Por exemplo, você pode fazer o backup de todas as diferentes fotos digitais que estão armazenadas no seu computador, além dos seus arquivos de música e vídeo. Porém, lembre-se de que alguns DVD players e computadores podem não executar DVDs de dados ou alguns dos tipos de arquivo gravados em um DVD de dados.

    CDs ou DVDs de dados só podem ser acessados posteriormente em computadores, e não em aparelhos eletrônicos como CD e DVD players autônomos.

    Alguns tipos de conteúdo ou arquivos de mídia digital podem estar protegidos e, quando arquivados em um CD ou DVD, não são reproduzidos em outros computadores. Os direitos de uso de mídia podem especificar como o arquivo pode ser utilizado e se esses direitos perdem ou não a validade. Por exemplo, direitos de uso de mídia podem especificar se você pode copiar o arquivo em um dispositivo portátil ou reproduzi-lo em outro computador.

    Alguns arquivos de vídeo ou programas de televisão gravados podem estar protegidos. Dependendo dos direitos atribuídos a esses arquivos de vídeo protegidos pelo proprietário do conteúdo, pelo originador ou pela emissora, talvez você não consiga gravá-los em um DVD.

  • DVD de apresentação de slides. Ao gravar um DVD de apresentação de slides no Windows Media Center, as imagens selecionadas são codificadas em um arquivo de vídeo MPEG-2, enquanto os arquivos de áudio selecionados são codificados em áudio Dolby Digital. No caso de um DVD de apresentação de slides, as imagens são exibidas enquanto a música toca. É possível reproduzir um DVD de apresentação de slides em um DVD player padrão e em um computador usando o Windows Media Center.

Em média, qual é a quantidade de vídeo que eu posso inserir em um DVD gravável ao criar um DVD de vídeo?

A quantidade de vídeo que pode ser inserida em um DVD depende do tipo de DVD gravável que você está usando.

A lista a seguir mostra a quantidade estimada de vídeo que você pode inserir em um DVD ao gravar um DVD de vídeo com o uso do Windows Media Center. O tipo de mídia de DVD que você pode usar depende do gravador de DVD que está instalado no computador.

  • Tipo de mídia de DVD: uma camada, um lado

    Quantidade média de áudio e vídeo: 120 minutos

  • Tipo de mídia de DVD: camada dupla, um lado

    Quantidade média de áudio e vídeo: 220 minutos

O que determina o tempo que levará para gravar o DVD?

Os seguintes fatores determinam qual será o tempo necessário para gravar um DVD:

  • Recursos do sistema disponíveis no computador. A velocidade do processador do computador, a quantidade de espaço em disco disponível e a quantidade de RAM são fundamentais na hora de determinar qual será o tempo necessário para codificar o vídeo e gravá-lo em um DVD.

  • A velocidade do gravador de DVD, além do tipo de mídia de DVD gravável que você está usando. Um gravador de DVD mais rápido com DVDs graváveis também mais rápidos resultam em um tempo de gravação muito menor quando comparados a um gravador de DVD mais lento com DVDs graváveis também mais lentos.

  • Duração do vídeo no DVD. Quando você utiliza o Windows Media Center para criar um DVD de vídeo, todo o conteúdo de áudio e vídeo deve ser primeiramente convertido em formatos de arquivo de áudio e vídeo que possam ser decodificados e reproduzidos por DVD players. A gravação de vídeos longos será mais demorada.

    Talvez você queira incluir músicas e imagens digitais no DVD ao criar uma apresentação de slides para DVD. Imagens e músicas são codificadas no formato de vídeo MPEG-2 e em áudio Dolby Digital e, por conta disso, aumentarão o tempo necessário para criar e gravar o DVD de apresentação de slides.

Por que recebo uma notificação informando que a qualidade ficará reduzida quando eu adicionar alguns arquivos de vídeo a um DVD de vídeo?

Você verá uma notificação se adicionar vários arquivos de vídeo diferentes, como programas de TV gravados, a um DVD de vídeo. Essa notificação aparece porque o Windows Media Center tentará colocar os arquivos de vídeo selecionados no disco. Porém, para que todos esses arquivos caibam no disco, a qualidade de cada um poderá diminuir. Isso, por sua vez, resulta em arquivos de vídeo com qualidade reduzida no DVD, em comparação a um DVD que não inclui tanto vídeo.

Por que vejo uma mensagem perguntando se eu desejo ignorar um arquivo ao gravar um CD de áudio?

Antes de iniciar a gravação, o Windows Media Center faz uma verificação inicial dos arquivos na sua lista de gravação. Em alguns casos, um arquivo pode apresentar uma condição de erro que impede a sua gravação, ou talvez ele esteja protegido por direitos de uso de mídia que proíbem a gravação em um CD de áudio ou que limitam quantas vezes essa gravação pode ser feita. Quando o Windows Media Center encontra um ou mais arquivos com problemas durante a verificação inicial, ele envia uma notificação para que você tenha a opção de ignorar os arquivos e continuar com a gravação dos outros arquivos na lista ou de interromper o processo de gravação para tentar resolver o problema. Se o Windows Media Center encontrar problemas com outros arquivos após a verificação inicial, será necessário resolvê-los ou remover os arquivos problemáticos da lista de gravação para que você possa continuar a gravar.

Observação

  • Um sintonizador de TV analógico ou digital é necessário para reproduzir ou gravar programas de TV ao vivo no Windows Media Center. Se o seu computador não tiver uma placa sintonizadora de TV, talvez você possa adicionar uma. Para informações sobre como obter um sintonizador de TV, consulte Obter ajuda para o sintonizador de TV ou contate o fabricante do computador.

    O uso e/ou a duplicação não autorizada de materiais protegidos por direitos autorais pode ser uma violação da lei de direitos autorais nos Estados Unidos e/ou em outros países ou regiões. Os materiais protegidos por copyright incluem, sem limitação, software, documentação, elementos gráficos, versos, fotografias, clip-art, animações e clipes de música ou de vídeo, além de som e música (inclusive no formato MP3 codificado). Se você violar as leis de direitos autorais internacionais e norte-americanas, estará sujeito às penalidades civis e/ou criminais aplicáveis.