Demonstração: Gravar um CD ou DVD

Imagem de um rolo de filme

Assista a esta demonstração para saber como gravar um CD ou DVD no Windows Vista.

Ler a transcrição

Quando tiro um monte de fotos nas férias, normalmente eu as copio para um CD ou DVD e o envio para meus parentes. Afinal de contas, a tendência hoje em dia é usar CDs e DVDs para compartilhar coisas com pessoas.

Oi. Sou Dave Johnson, da equipe do Windows aqui na Microsoft, e hoje vou mostrar como gravar arquivos em CD e DVD. Na verdade, é realmente muito fácil. Tudo o que você precisa é de um disco em branco e um computador com uma unidade gravável: algo que você pode usar para copiar ou gravar arquivos em um CD ou DVD.

Agora, antes de começarmos, você precisa saber como pretende usar esses arquivos. O que vamos criar é algo que costuma ser chamado de "disco de dados". Ou seja, um disco que você pode compartilhar com quem quiser. Mas, e se o que você pretende fazer com esse disco for reproduzir algo, como um CD de áudio ou um DVD de vídeo, convém usar um programa mais especializado, algo como o Windows Media Player ou o Windows Movie Maker.

Para começar, basta inserir o disco na unidade gravável do computador.

A primeira coisa que você verá é a Reprodução Automática. Ela lhe dará uma lista de opções baseadas no que você acabou de inserir no computador. Você poderá ver todos os tipos de coisas aqui, mas clique simplesmente em uma que diz Gravar arquivos em disco usando o Windows.

Isso inicializará a caixa de diálogo Gravar um Disco. Ignore as opções e clique em Avançar. Não se preocupe; voltarei aqui mais tarde e lhe mostrarei as opções.

Agora, espere um instante enquanto o Windows formata o CD e Windows prepara o disco para poder armazenar os dados. A formatação deve levar apenas alguns segundos. Em seguida, você verá uma janela de pasta vazia.

Tudo o que você tem a fazer é escolher quais arquivos deseja copiar e arrastá-los para a janela de pasta. Como eu quero escolher algumas fotos, vou para o menu Iniciar e abro a pasta Imagens. Vou selecionar umas imagens e arrastá-las para a janela de pasta do CD. Observe que os arquivos são copiados assim que eu os arrasto para lá. Agora, digamos que você quer adicionar mais alguns arquivos a esse CD. Basta abrir a pasta desejada e arrastar mais arquivos para dentro dela. Por isso, vou voltar à pasta Imagens e escolher outras fotos. Mais uma vez, observe que eu posso selecionar apenas algumas imagens e arrastá-las para a janela de pasta para que elas sejam copiadas imediatamente.

Quando terminar, pressione o botão de ejeção na unidade e o Windows fechará automaticamente a sessão. Isso significa que o Windows está preparando o disco para poder ser usado em outros computadores. Você pode ver a notificação aqui.

Se algum dia você quiser adicionar mais arquivos a esse disco, basta colocá-lo novamente no computador, arrastar arquivos para a janela de pasta e ejetá-lo quando terminar. O Windows fechará a sessão automaticamente para que você possa usar o disco em outros computadores.

E é só! Feito! Esse disco vai funcionar maravilhosamente bem em computadores com Windows XP e Windows Vista. Porém, se algum dia você quiser usar um disco em outro tipo de computador, precisamos definir uma opção diferente.

Lembra desta tela? Quando você optar pela primeira vez por gravar um disco usando o Windows, clique em Mostrar Opções de Formatação. Em vez do Sistema de Arquivos Ativos padrão, desta vez clique em Mastered e depois em Avançar.

Você vai ver uma pasta para a qual é possível arrastar arquivos, por isso vamos fazer exatamente como fizemos na última vez. Vou para o menu Iniciar, escolho Imagens e arrasto algumas fotos da pasta Imagens para a janela de pasta do CD. Porém, quando eu fizer isso desta vez, observe a notificação: ela está lembrando que você precisa clicar em Gravar em disco para concluir o CD. Quando estiver pronto, clique em Gravar em disco e todos os arquivos serão copiados para o disco de uma só vez. Ejete o disco quando terminar. O Windows não precisará fechar nenhuma sessão desta vez.

Eu recomendo que você siga o método padrão para gravar discos na maioria das vezes. Além de outras vantagens, é mais rápido e fácil que o método "mastered" que acabamos de ver. Você pode se informar melhor sobre esse assunto na Ajuda e Suporte.

É assim que se grava um disco de dados usando o Windows Vista.