Otimizar Windows para melhor desempenho


Independentemente da velocidade ou do desempenho dos computadores quando novos, todos ficam mais lentos com o tempo. Um computador de última geração adquirido no ano passado pode não parecer tão bom assim depois que você instala dezenas de programas, carrega ferramentas de antispyware e antivírus e baixa quantidades inimagináveis de arquivos da Internet. A lentidão pode ocorrer de forma tão gradual que mal é possível notar, até que um dia você tenta abrir um programa ou arquivo e pensa: "O que aconteceu com meu pobre computador?".

Qualquer que seja a causa, há muitos modos de ajudar a acelerar o Windows e fazer com que seu computador funcione melhor, mesmo sem melhorar o hardware. Veja algumas dicas que o ajudarão a otimizar o Windows 7 e obter um desempenho melhor.

Tente utilizar a Solução de problemas de desempenho

A primeira coisa que você pode tentar é a Solução de problemas de desempenho, que pode localizar e corrigir problemas automaticamente. A Solução de problemas de desempenho verifica a existência de problemas que podem diminuir o desempenho do computador, como o número de usuários conectados simultaneamente ao computador e se há vários programas em execução ao mesmo tempo.

Para abrir a Solução de problemas de desempenho, clique no botão IniciarImagem do botão Iniciar e em Painel de Controle. Na caixa de pesquisa, digite solução de problemas e clique em Solução de Problemas. Em Sistema e Segurança, clique em Verificar problemas de desempenho.

Exclua programas que você nunca utiliza

Muitos fabricantes fornecem computadores novos com programas que você não solicitou e não deseja. Muitas vezes há edições de avaliação e versões limitadas de programas que as empresas de software desejam que você teste, ache útil e pague a fim de atualizar para versões completas ou mais novas. Caso você opte por não utilizá-los, manter os softwares em seu computador poderá deixá-lo lento, utilizando memória, espaço em disco e capacidade de processamento.

É uma boa ideia desinstalar todos os programas que você não pretende utilizar. Isso deve incluir tanto os softwares instalados pelo fabricante quanto aqueles que você instalou por conta própria, mas não deseja mais, principalmente utilitários desenvolvidos para ajudar a gerenciar e ajustar o hardware e software do computador. Certos programas utilitários, como antivírus, limpadores de disco e ferramentas de backup podem ser executados automaticamente no momento da inicialização, mantendo-se discretamente em segundo plano, onde você não pode detectá-los. Muitas pessoas não fazem sequer ideia de que eles estão em execução.

Mesmo que seu computador seja mais antigo, ele pode conter programas instalados pelo fabricante que você nunca notou ou dos quais se esqueceu. Nunca é tarde demais para removê-los e eliminar a desordem e o desperdício de recursos do sistema. Talvez você pensou que algum dia utilizaria o software, mas nunca o usou. Desinstale-o para que seu computador fique mais rápido.

Para instruções, consulte Desinstalar ou alterar um programa.

Limite o número de programas em execução no momento da inicialização

Muitos programas são desenvolvidos para iniciar automaticamente quando o Windows é iniciado. Muitas vezes, os fabricantes de software configuram seus programas para execução em segundo plano, onde você não consegue vê-los. Desse modo, eles são abertos imediatamente quando você clica em seus ícones. Isso é útil no caso de programas muito utilizados. Porém, para programas que você usa raramente ou nunca usa, isso se traduz em desperdício de memória e aumento do tempo de conclusão da inicialização do Windows.

Decida por conta própria se deseja que um programa seja executado no momento da inicialização.

Mas como saber quais programas são executados automaticamente quando o Windows é iniciado? Às vezes isso é óbvio, pois o programa adiciona um ícone à área de notificação na barra de tarefas, onde você pode vê-lo em execução. Observe a barra para ver se há programas em execução que você não deseja que iniciem automaticamente. Aponte para cada ícone a fim de ver o nome do programa. Clique no botão Mostrar ícones ocultos para ver todos os ícones.

Imagem do botão Mostrar ícones ocultos
Botão Mostrar ícones ocultos na área de notificação

Mesmo após verificar a área de notificação, é possível que ainda haja outros programas com execução automática no momento da inicialização. O AutoRuns for Windows é uma ferramenta gratuita que pode ser baixada pelo site da Microsoft e que exibe todos os programas e processos executados ao iniciar o Windows. É possível impedir que um programa seja executado automaticamente quando o Windows for iniciado, abrindo o programa AutoRuns for Windows e desmarcando a caixa de seleção ao lado do nome do programa que deseja interromper. O AutoRuns for Windows foi desenvolvido para usuários avançados.

Observação

  • Algumas pessoas preferem gerenciar os programas executados no momento da inicialização usando a ferramenta de Configuração do Sistema. Para obter mais informações, consulte Iniciar Configuração do Sistema.

Desfragmente o disco rígido

A fragmentação faz com que o disco rígido realize trabalho extra que pode deixar o computador lento. O Desfragmentador de Disco reorganiza dados fragmentados para que o disco rígido trabalhe de forma mais eficiente. O Desfragmentador de Disco é executado por agendamento, mas você também desfragmentar o disco rígido manualmente.

Para obter mais informações, consulte Melhorar o desempenho desfragmentando o disco rígido.

Limpe o disco rígido

Arquivos desnecessários no disco rígido consomem espaço e podem deixar o computador lento. A Limpeza de Disco remove arquivos temporários, esvazia a Lixeira e remove vários arquivos do sistema e outros itens que você não precisa mais. Para obter instruções passo a passo a respeito desse processo, consulte Excluir arquivos usando a Limpeza de Disco.

Execute menos programas ao mesmo tempo

Às vezes, mudar seu comportamento enquanto usuário pode ter um grande impacto sobre o desempenho do computador. Caso você seja o tipo de usuário que gosta de manter oito programas e várias janelas de navegador abertas ao mesmo tempo (tudo isso enquanto envia mensagens instantâneas aos amigos), não se surpreenda caso seu computador trave. Manter muitas mensagens de email abertas também pode consumir memória.

Caso perceba que seu computador está ficando lento, pergunte-se se realmente precisa manter todos os programas e janelas abertos de uma vez. Encontre um modo melhor de lembrar-se de responder a mensagens de email em vez de mantê-las todas abertas.

Certifique-se de executar apenas um programa antivírus. Executar mais de um antivírus também pode deixar o computador lento. Por sorte, caso você esteja executando mais de um antivírus, a Central de Ações o notificará e o ajudará a corrigir o problema.

Para obter mais informações, consulte O que é a Central de Ações?

Desative os efeitos visuais

Caso o Windows esteja lento, você poderá acelerá-lo desabilitando alguns de seus efeitos visuais. É uma questão de aparência contra desempenho. Você quer que o Windows fique mais rápido ou mais bonito? Caso seu computador seja rápido o suficiente, você não precisará fazer essa troca. Porém, caso ele esteja no limite do desempenho para executar o Windows 7, pode ser útil abrir mão dos efeitos visuais.

Você pode escolher um por um os efeitos visuais que serão desativados ou permitir que o Windows faça essa escolha. Há 20 efeitos visuais que você pode controlar, como a aparência de vidro transparente, o modo de abertura e fechamento dos menus e a exibição de sombras.

Para ajustar todos os efeitos visuais a fim de obter o melhor desempenho:

  1. Para abrir Informações e Ferramentas de Desempenho, clique no botão IniciarImagem do botão Iniciar e em Painel de Controle. Na caixa de pesquisa, digite Informações e Ferramentas de Desempenho e, na lista de resultados, clique em Informações e Ferramentas de Desempenho.

  2. Clique em Ajustar efeitos visuais. É necessário ter permissão do administradorSe você for solicitado a informar uma senha de administrador ou sua confirmação, digite a senha ou forneça a confirmação.

  3. Clique na guia Efeitos Visuais, clique em Ajustar para obter um melhor desempenho e clique em OK (para uma mudança menos drástica, selecione Deixar o Windows escolher a melhor opção para o computador).

Reinicie regularmente

Esta dica é simples. Reinicie seu computador pelo menos uma vez por semana, principalmente se você o utiliza muito. Reiniciar um computador é um bom modo de limpar sua memória e garantir que todos os processos e serviços não utilizados em execução sejam encerrados.

Quando o computador é reiniciado, todos os softwares em execução são fechados, e não apenas os programas que você vê na barra de tarefas, como também dezenas de serviços que podem ter sido iniciado por diversos programas e nunca foram encerrados. A reinicialização pode solucionar problemas misteriosos de desempenho quando fica difícil determinar a causa exata.

Caso você mantenha muitos programas, mensagens de email e sites abertos e considere inconveniente reiniciá-los, isso provavelmente é um sinal de que você deve reiniciar o computador. Quanto mais coisas você tiver abertas e quanto mais tempo as mantiver em execução, maiores as chances de redução de desempenho do computador e consequente esgotamento da memória.

Adicione memória

Este não é um guia de compra de hardware para acelerar seu computador. Porém, nenhuma discussão sobre como acelerar o Windows estaria completa sem mencionar que você deve levar em consideração a adição de memória RAM ao seu computador.

Caso um computador que esteja executando o Windows 7 pareça muito lento, isso geralmente ocorre porque o computador não tem RAM suficiente. O melhor modo de acelerá-lo é adicionar memória.

O Windows 7 pode ser executado em um computador com 1 GB de memória, mas é executado com desempenho melhor quando há 2 GB. Para obter o melhor desempenho, aumente a memória para 3 GB ou mais.

Outra opção é aumentar a quantidade de memória usando o Windows‌ReadyBoost. Esse recurso permite usar o espaço de armazenamento em alguns dispositivos de mídia removível, como unidades flash USB, para acelerar o computador. É mais fácil conectar uma unidade flash a uma porta USB do que abrir o computador e conectar módulos de memória à placa-mãe. Para obter mais informações, consulte Usando a memória do dispositivo de armazenamento para acelerar o computador.

Verifique se há vírus e spyware

Caso seu computador esteja lento, é possível que ele tenha sido infectado por um vírus ou spyware. Esse problema não é tão comum quanto os outros, mas é algo a ser levado em consideração. Antes de começar a se preocupar, faça uma verificação do computador usando programas antispyware e antivírus.

Um sintoma comum de um vírus é a queda no desempenho do computador, o que o torna bem mais lento do que o normal. Há outros sinais, como mensagens inesperadas que aparecem no computador, programas que são iniciados automaticamente ou o som do disco rígido funcionando constantemente.

Spyware é um tipo de programa que é instalado, normalmente sem seu conhecimento, para vigiar sua atividade na Internet. Você pode verificar se há spyware com o Windows Defender ou outros programas antispyware. Para obter mais informações, consulte Como saber se o seu computador está infectado com spyware.

O melhor modo de lidar com vírus é evitá-los em primeiro lugar. Sempre execute o software antivírus e mantenha-o atualizado. Porém, mesmo que você tome essas precauções, é possível que o computador seja infectado. Para obter mais informações, consulte Como posso saber se o meu computador está com vírus?

Verifique a velocidade do computador

Caso você siga estas dicas e o computador continue lento, é possível que você precise de um novo computador ou de melhorias de hardware, como um novo disco rígido ou uma placa de vídeo mais rápida. Porém, não há necessidade de adivinhar a velocidade do computador. O Windows oferece um modo de verificar e classificar a velocidade de seu computador com uma ferramenta chamada de Índice de Experiência do Windows.

O Índice de Experiência do Windows classifica seu computador com base em cinco componentes importantes e atribui um número a cada um deles, bem como uma pontuação básica geral. Essa pontuação básica corresponde à subpontuação do componente com o pior desempenho.

Atualmente, as pontuações básicas variam de 1,0 a 7,9. Caso a pontuação de seu computador fique abaixo de 2 ou 3, talvez esteja na hora de comprar um novo computador, dependendo das tarefas que deseja realizar com ele.

Para obter mais informações, consulte O que é o Índice de Experiência do Windows?

Não se conforme com baixo desempenho

Para obter mais conselhos, consulte Maneiras para melhorar o desempenho do computador.



Precisa de mais ajuda?