Com o Windows Media Center, você pode assistir e gravar TV no seu computador. Para mais informações, consulte Assista à TV no Windows Media Center e Gravar programas de TV no Windows Media Center.

Os sinais e programas de TV que você pode assistir e gravar no computador dependem do seguintes itens:

  • O tipo de sintonizador de TV (ou sintonizadores de TV) conectado(s) ou instalado(s) no computador. Um sintonizador de TV é necessário para assistir e gravar TV no Media Center. Para obter maiores informações, consulte O que devo saber antes de adicionar sintonizadores de TV para usar com o Windows Media Center?

  • O tipo de sinal conectado ao sintonizador de TV. Para obter mais informações, consulte TV no computador: Informações sobre sinais e sintonizadores de TV.

  • Os tipos de sinal que você pode receber em sua localidade.

  • O país ou região onde você mora e o padrão de transmissão utilizado.

  • O tipo de programação de TV da qual você é assinante no provedor a cabo ou satélite.

  • Seu provedor de TV a cabo ou satélite.

  • Os recursos de sistema disponíveis no computador. Isso inclui recursos de sistema como velocidade do processador, memória e capacidades da placa de vídeo, além de slots de placas e portas USB disponíveis.

O Media Center é compatível com vários sinais de TV analógicos e digitais. Exemplos de sinais de TV analógicos incluem NTSC, PAL e SECAM. Os sinais de TV analógicos costumam ser recebidos por uma conexão de TV a cabo, enquanto sinais de TV digitais como ATSC, ISDB-T, DVB-T e DVB-S são recebidos por uma conexão a cabo digital, pelo ar usando uma antena ou por meio de satélite. Os diferentes tipos de sinais de TV digitais incluem:

  • ATSC. O ATSC (comitê de sistemas de televisão avançados) é um tipo de sinal digital comum usado nos Estados Unidos (ele também é amplamente usado no Canadá, no México e na Coreia). O ATSC foi feito para exibição em formato de tela widescreen (16:9), com resolução de até 1920 x 1080 pixels.

  • NTSC. O NTSC (comitê de padrões nacionais de Televisão) é um tipo de sinal que foi abolido nos Estados Unidos como parte da transição para a TV digital de 2009. Se seu sintonizador de TV só for compatível com o tipo de sinal NTSC, talvez você ainda seja capaz de receber um sinal de TV, dependendo de sua região e de seu provedor de serviços, mas não poderá receber um sinal de TV a partir de uma antena.

  • QAM. O QAM (modulação de amplitude em quadratura) é o padrão de cabo digital nos Estados Unidos. Há dois tipos de sinais QAM: QAM sem criptografia (por vezes chamado de ClearQAM) e QAM com criptografia. A maioria dos sintonizadores de TV compatíveis com o QAM só funciona com canais sem criptografia. O conteúdo premium por cabo costuma ser criptografado, e exige o uso de um Sintonizador de Cabo Digital de seu provedor.

  • ISDB. ISDB (serviço integrado de radiodifusão digital) é o formato de transmissão de TV e áudio digitais que o Japão criou para permitir às estações de rádio e TV locais conversão para o formato digital.

  • DVB-T. DVB-T (difusão de vídeo digital terrestre) é o padrão de consórcio europeu de DVB para a transmissão por difusão de TV terrestre digital. O DVB-T é um formato digital amplamente adotado e é compatível em todos as localidades (é necessário um sintonizador de TV DVB-T). Para obter mais informações sobre o DVB-T, vá para o site do DVB.

    Se você reside na Europa e possui uma antena compatível com canais DVB-T, o Media Center pode ter identificado canais que você não recebe durante o processo de configuração do sinal de TV. Se isso ocorrer, remova os canais que você não recebe do Guia. Para aprender a fazer isso, consulte Usar o Guia no Windows Media Center.

  • DVB-S. DVB-S (difusão de vídeo digital por satélite) é o método de difusão de TV digital transmitido por satélite na Europa e em outras partes do mundo. Se o sinal digital for aberto ou pago, o Media Center exige um decodificador de sinais para o suporte a esse padrão de difusão. O protocolo de transmissão por satélite DVB-S foi criado pela Digital Video Broadcasting Project, uma organização do setor que desenvolve tecnologias para TV digital.

    A TV por satélite é um sistema de TV no qual o sinal é transmitido a um satélite em órbita que recebe o sinal, amplifica-o e transmite-o de volta à Terra. Os sinais de TV por satélite estão em formato digital, embora muitas televisões padrão nos Estados Unidos tenham formato analógico. Para permitir a reprodução de um sinal de TV analógico, o receptor de TV por satélite converte o sinal digital em um formato analógico que a televisão padrão pode reconhecer e reproduzir. Existem dois tipos de sinais digitais para TV por satélite:

    • Sinal aberto. O DVB-S é o tipo de sinal primário para TV por satélite aberta. Esse tipo de conteúdo de programa está disponível em todo o mundo e é popular na Europa.

    • Sinal pago. A maioria dos sinais de TV por satélite DTH (direto ao lar) são criptografados e, por isso, só podem ser visualizados por meio de uma assinatura paga. Os assinantes recebem decodificadores de sinais de seus provedores de TV; os decodificadores descriptografam os sinais dos programas criptografados. O Windows Media Center é compatível com conteúdo de satélite DTH por meio do decodificador de sinais do provedor de TV.

ID do artigo: MSW700019