Princípios básicos da partilha de ficheiros


O Windows 7 torna mais fácil do que nunca partilhar documentos, músicas, fotografias e outros ficheiros com outras pessoas em casa ou no escritório.

Se nunca tiver utilizado a partilha de ficheiros, este artigo ajudá-lo-á a compreender por que razão esta é útil e, de uma maneira geral, como funciona no Windows 7. Para obter instruções passo-a-passo, consulte Partilhar ficheiros com alguém.

Grupos domésticos: a partilha fácil em casa

A forma mais fácil de partilhar ficheiros numa rede doméstica é a criação ou associação a um grupo doméstico. Um grupo doméstico é um grupo de computadores que partilham imagens, músicas, vídeos, documentos e até mesmo impressoras. Os computadores terão de estar a executar o Windows 7 para participar num grupo doméstico.

Quando configura ou adere a um grupo doméstico, indica ao Windows as pastas ou bibliotecas a partilhar — e as que devem ficar privadas. O Windows trabalha então em segundo plano para activar as definições adequadas. Os outros utilizadores não poderão alterar os ficheiros que partilhar, a menos que lhes atribua permissões. Também pode proteger o seu grupo doméstico com uma palavra-passe, que poderá alterar a qualquer momento.

Os grupos domésticos estão disponíveis em todas as edições do Windows 7. No entanto, nas edições Home Basic e Starter, só pode aderir a um grupo doméstico, não podendo criar um. Os computadores que pertencem a um domínio podem aderir a um grupo doméstico, mas não podem partilhar ficheiros. Apenas poderão aceder a ficheiros partilhados por outros.

Nota

  • Os grupos domésticos não estão disponíveis no Windows Server 2008 R2.

Partilhar com todos, com alguns ou com ninguém

Os grupos domésticos proporcionam um método rápido e conveniente de partilhar automaticamente músicas, imagens e muito mais. Mas o que acontece aos ficheiros e pastas que não são partilhados automaticamente? Ou o que é que acontece quando estiver no escritório?

É aqui que o novo menu Partilhar com entra em acção.

Imagem do menu Partilhar com
Menu Partilhar com

Pode utilizar o menu Partilhar com para seleccionar ficheiros e pastas individuais e partilhá-los com outros utilizadores. As opções apresentadas no menu dependem do tipo de item que seleccionou e do tipo de rede à qual o seu computador está ligado. (Se não tiver a certeza do tipo de rede que tem, consulte Qual é a diferença entre um domínio, um grupo de trabalho e um grupo doméstico?)

As opções mais comuns do menu são:

  • Ninguém. Esta opção torna um item privado, para que só o próprio utilizador tenha acesso.

  • Grupo Doméstico (Leitura). Esta opção torna um item disponível no grupo doméstico, com permissão só de leitura.

  • Grupo Doméstico (Leitura/Escrita). Esta opção torna um item disponível no grupo doméstico, com permissão de leitura/escrita.

  • Pessoas específicas. Esta opção abre o assistente de Partilha de Ficheiros, para que possa seleccionar utilizadores específicos para a partilha.

Nota

  • Se um ficheiro ou pasta não for partilhado e optar por partilhá-lo com Ninguém, ser-lhe-á perguntado se pretende parar a partilha. Não se preocupe, o ficheiro ou pasta não foi inicialmente partilhado. Neste caso, está simplesmente a confirmar que pretende continuar a não partilhar o ficheiro.

A finalidade das permissões

No Windows, pode decidir não apenas quem pode ver um ficheiro, mas também o que essas pessoas podem fazer com o ficheiro. Isto é chamado permissões de partilha. Tem duas opções:

  • Leitura. A opção "ver, mas não tocar". Os destinatários podem abrir um ficheiro, mas não podem modificá-lo nem eliminá-lo.

  • Leitura/Escrita. A opção "vale tudo". Os destinatários podem abrir, modificar ou eliminar um ficheiro.

O que tenho partilhado?

No Windows 7, poderá identificar facilmente o que está partilhado, observando o painel de detalhes no Explorador do Windows. (Para abrir o Explorador do Windows, clique no botão IniciarImagem do botão Iniciar e clique no seu nome de utilizador.)

Clique em qualquer ficheiro ou pasta. O painel de detalhes, existente na parte inferior da janela, indicará se o ficheiro ou pasta está partilhado ou não e com quem está partilhado.

Imagem do painel de detalhes do Explorador do Windows
Windows mostra os ficheiros que está a partilhar, bem como os ficheiros que os outros utilizadores estão a partilhar consigo.

partilha de pastas públicas

O menu Partilhar com proporciona-lhe o método mais simples e fácil de partilhar coisas no Windows 7. Mas existe outra solução: as pastas públicas.

Pense nestas pastas como caixas de largada de itens; quando copiar um ficheiro ou pasta para uma, irá tornar esse ficheiro ou pasta imediatamente disponível para os outros utilizadores do seu computador ou rede.

Irá encontrar uma pasta Pública em cada uma das bibliotecas. Os exemplos incluem Documentos Públicos, Música Pública, Imagens Públicas e Vídeos Públicos. A partilha de pastas públicas está desactivada por predefinição, excepto num grupo doméstico. Para obter instruções sobre como activá-la, consulte Partilhar ficheiros com alguém.

Imagem das pastas Públicas
As pastas públicas estão incluídas nas bibliotecas do Windows.

Poderá estar a questionar-se por que motivo utilizaria as pastas públicas.

São úteis se pretender partilhar temporariamente um documento ou outro ficheiro com várias pessoas. Também é um modo prático de controlar o que está a partilhar com os outros utilizadores; se estiver na pasta, está partilhado.

A desvantagem: Não pode restringir o acesso das pessoas apenas a alguns ficheiros na pasta pública. É tudo ou nada. Para além disso, não pode optimizar as permissões. No entanto, se estas considerações não forem importantes, as pastas Públicas proporcionam um modo alternativo e prático de partilhar itens.

ID do Artigo: MSW700052