Noções sobre hardware e software para o Windows de 64 bits

Se está em dúvida entre um PC a executar uma versão de 32 bits do Windows 7 ou outro com uma versão de 64 bits do Windows 7, convém informar-se sobre a diferença entre controladores e programas de 32 bits, e controladores e programas de 64 bits.

Não é necessário ficar preocupado. De uma forma simples, um computador a executar uma versão de 64 bits do Windows 7 necessita de controladores de 64 bits para todo o hardware e todos os dispositivos. Um controlador é software que permite ao computador comunicar com dispositivos de hardware. Sem controladores, os dispositivos que ligar ao computador, ou instalar dentro do computador, não funcionarão correctamente. Na maioria dos casos, o Windows pode localizar e instalar automaticamente esses controladores de 64 bits para si, pesquisando numa grande base de dados de controladores, incluída no Windows, e utilizando o Windows Update.

Ao contrário dos controladores, a maioria dos programas concebidos para as versões de 32 bits do Windows funcionarão bem num computador a executar uma versão de 64 bits do Windows. (As excepções mais relevantes são os programas antivírus e os denominados programas utilitários, em que pode necessitar de uma versão de 64 bits.)

Se tiver a opção de instalar uma versão de 32 bits ou de 64 bits de um programa, escolha sempre a versão de 64 bits se estiver a utilizar uma versão de 64 bits do Windows. Apesar de ser possível que a versão de 32 bits funcione com uma versão de 64 bits do Windows, é provável que a versão de 64 bits tenha um desempenho melhor, uma vez que foi concebida para uma versão de 64 bits do Windows.

As Recomendações de Actualização do Windows 7
As Recomendações de Actualização do Windows 7 podem analisar o seu PC e identificar se pode executar uma versão de 64 bits do Windows 7.

Não é preciso conhecer os detalhes

O número de novos PC fornecidos com uma versão de 64 bits do Windows cresceu significativamente quando o Windows Vista foi lançado. Espera-se que a maioria dos novos computadores com o Windows 7 seja fornecida com uma versão de 64 bits do sistema operativo. Alguns fabricantes de PC já estão a fornecer todos os novos computadores com uma versão de 64 bits do Windows 7.

Assim, para cada vez mais consumidores de PC, a questão já não é "Devo optar por uma versão de 64 bits?", mas antes "Existe algum motivo válido para não optar por uma versão de 64 bits?"

No passado, a principal desvantagem de executar uma versão de 64 bits do Windows era a falta de controladores de 64 bits para que todo o hardware funcionasse correctamente. No entanto, a rápida evolução da popularidade da versão de 64 bits do Windows é responsável pela actual disponibilidade de controladores de 64 bits para dezenas de milhares de dispositivos diferentes.

Se não está interessado nos detalhes técnicos da informática de 64 bits e apenas quer que o Windows faça o trabalho por si, pode parar de ler aqui. O Windows 7 foi concebido para que nem tenha de saber se está a utilizar uma versão de 32 bits ou de 64 bits do sistema operativo.

Se pretender obter mais informações sobre potenciais problemas que podem ocorrer com uma versão de 64 bits do Windows, continue a ler. Para obter mais informações, consulte Windows de 32 bits e 64 bits: perguntas mais frequentes.

Deixar o Windows localizar os controladores de 64 bits para si

Um computador de 64 bits é definido como um computador com um processador de 64 bits (também denominado processador ou CPU x64) a executar uma versão de 64 bits do Windows. A maioria dos novos PC vendidos actualmente incluem um processador de 64 bits, ainda que nem todos esses computadores tenham uma versão de 64 bits do Windows. Isto deve-se ao facto de os computadores com um processador de 64 bits poderem executar tanto uma versão de 32 bits como uma versão de 64 bits do Windows.

Assim, se vir um computador identificado como um PC de 64 bits, certifique-se de que o mesmo inclui uma versão de 64 bits do Windows.

Um computador a executar uma versão de 64 bits do Windows necessita de um controlador de 64 bits para cada componente de hardware instalado no computador ou ligado ao computador. Por exemplo, se estiver a tentar instalar uma placa gráfica, uma impressora ou outro dispositivo que apenas tenha disponíveis controladores de 32 bits, não o poderá instalar numa versão de 64 bits do Windows.

Após o Windows identificar todo o seu hardware, tenta localizar os melhores controladores. Se estiver a utilizar uma versão de 64 bits do Windows, procura controladores de 64 bits.

Pode definir o Windows Update para transferir automaticamente os controladores recomendados para o hardware e os dispositivos. Esta é uma boa forma de assegurar que todo o hardware e todos os dispositivos funcionam correctamente. Mas mesmo que o Windows Update esteja definido para transferir e instalar automaticamente todas as actualizações importantes e recomendadas, é possível que não esteja a obter todos os controladores actualizados disponíveis para os seus dispositivos. Para mais informações, consulte Obter controladores recomendados e actualizações automaticamente para o hardware.

Verificar a compatibilidade você mesmo

Para que os fabricantes de hardware possam obter o logótipo "Compatível com o Windows 7", o hardware tem de ter controladores para as versões de 32 bits e de 64 bits do Windows. Se vir este logótipo, não tem de se preocupar se o hardware funcionará com a versão de 64 bits do Windows.

Pode verificar a disponibilidade de controladores e programas de 64 bits online no novo Centro de Compatibilidade Windows 7 no Web site da Microsoft. Isto pode ser útil, por exemplo, se estiver a pensar comprar uma nova impressora, e pretender ter a certeza de que está disponível um controlador de 64 bits antes de a adquirir, ou se quiser saber se existe uma versão de 64 bits dos seus programas favoritos.

O Centro de Compatibilidade Windows Vista também lista a disponibilidade de controladores de 64 bits para milhares de produtos de hardware e informa se existe uma versão de 64 bits disponível para milhares de programas.

De uma forma geral, quanto mais recente for o hardware, mais provável será que a existência de um controlador de 64 bits para o mesmo. Contudo, alguns dispositivos mais antigos podem não ter controladores de 64 bits disponíveis.

Procurar compatibilidade com o Windows Vista ou o Windows 7

Se existir um controlador de 64 bits disponível para a versão de 64 bits do Windows Vista, é provável que também funcione correctamente com o mesmo hardware instalado num PC a executar a versão de 64 bits do Windows 7.

O mesmo é verdade para programas de 64 bits compatíveis com o Windows Vista. Deverão também funcionar correctamente com a versão de 64 bits do Windows 7. O Centro de Compatibilidade Windows Vista informá-lo-á de quais programas estão disponíveis numa versão de 64 bits.

Contudo, na maioria dos casos não terá de procurar versões de 64 bits dos seus programas, uma vez que, como explicado acima, a maioria dos programas concebidos para a versão de 32 bits do Windows funcionam correctamente em computadores a executar uma versão de 64 bits do Windows.

E se não estiver à procura de um novo PC e apenas pretender saber se o seu PC actual pode executar uma versão de 64 bits do Windows? Nesse caso deve transferir e instalar as Recomendações de Actualização do Windows 7 a partir da página Web Recomendações de Actualização do Windows 7. Este programa analisará o computador, criará um relatório a informar se o PC pode executar o Windows 7 e listará todos os problemas de compatibilidade conhecidos, incluindo informações sobre se é possível executar a versão de 64 bits do Windows 7.

Mais memória disponível, se for necessária

A principal vantagem dos computadores que executam uma versão de 64 bits do Windows é a sua capacidade para utilizar mais memória do que uma versão de 32 bits do Windows, mesmo que esteja instalada mais memória no PC. Um computador com uma versão de 64 bits do Windows pode utilizar mais memória, 4 GB (Gigabytes) ou mais, do que um PC com uma versão de 32 bits do Windows, que está limitada a cerca de 3,5 GB ou menos.

Um PC de 64 bits com 6 GB, 8 GB ou mais memória pode ser mais rápido do que um computador com menos memória, no caso de muitos programas e ficheiros abertos simultaneamente ou com execução de muitas tarefas com utilização intensiva da memória, tais como editar vídeo HD ou jogar os mais recentes jogos 3D.

Ainda assim, são poucos os programas actuais que foram concebidos para aproveitar o máximo de 3,5 GB de memória que pode utilizar com uma versão de 32 bits do Windows. Assim, dependendo daquilo que pretender fazer e dos programas que utilizar, pode não ter qualquer vantagem ou obter apenas uma pequena melhoria se utilizar uma versão de 64 bits do Windows.

A principal vantagem é conseguida se utilizar muitos programas simultaneamente. Para mais informações, consulte Acabar com o mistério do Windows de 64 bits.

Executar programas de 32 bits numa versão de 64 bits do Windows

Quando um programa de 32 bits é executado numa versão de 64 bits do Windows 7, o programa é executado num modo de emulação de 32 bits, utilizando software para simular uma versão de 32 bits do Windows 7. Isto permite que programas de 32 bits sejam executados sem problemas num sistema operativo de 64 bits. Mas tenha em conta que os programas concebidos para informática de 64 bits podem ser executados mais rapidamente numa versão de 64 bits do Windows 7.

Alguns programas mais antigos que não funcionam numa versão de 64 bits do Windows 7 podem funcionar correctamente no Modo Windows XP do Windows 7. Como o nome sugere, esta funcionalidade permite que programas concebidos para o Windows XP funcionem correctamente no Windows 7. (Alguns tipos de programas podem não funcionar no Modo Windows XP, tal como software de segurança e programas com utilização intensiva de gráficos.) Para mais informações, consulte Instalar e utilizar o Windows XP Mode no Windows 7.

Pode também tentar alterar as definições de compatibilidade do programa, tanto manualmente como utilizando a resolução de problemas de Compatibilidade de Programas. Para mais informações, consulte Fazer com que os programas mais antigos sejam executados nesta versão do Windows.

Em conclusão: Ao contrário dos controladores de hardware, até os programas mais antigos concebidos para a versão de 32 bits do Windows devem funcionar correctamente com a versão de 64 bits do Windows 7.

Não tenha receio

Não deixe que as preocupações sobre controladores e programas de 64 bits o impeçam de fazer a transição para uma versão de 64 bits do Windows. O Windows 7 está repleto de funcionalidades de compatibilidade e capacidades de actualização automática incorporadas para ajudar a fazer a transição para a informática de 64 bits. Além disso, o número de PC vendidos com processador de 64 bits já é superior ao dos PC com processador de 32 bits, o que vai provocar um aumento exponencial dos controladores de 64 bits disponíveis.

Tendo algumas noções sobre estas questões de hardware e software, não se arrependerá se optar por fazer a transição para a informática de 64 bits.