A protecção contra o spyware em tempo real alerta-o quando spyware e outro software potencialmente indesejável tentarem a instalação ou execução no computador. Consoante o nível de alerta, pode escolher uma destas acções para aplicar ao software:

  • Quarentena. Move move o software para outra localização no computador e, em seguida, impede que seja executado até optar por restaurá-lo ou removê-lo do computador.

  • Remover. Elimina permanentemente o software do computador.

  • Permitir. Adiciona o software à lista permitida pelo Windows Defender e permite a respectiva execução no computador. O Windows Defender irá parar de alertá-lo para os riscos que o software pode representar para a sua privacidade ou para o computador. Adicione software à lista permitida apenas se confiar no software e no respectivo fabricante de software.

Pode escolher o software e as definições que pretende que o Windows Defender monitorize, mas recomendamos que utilize todas as opções de protecção em tempo real, denominadas agentes. A tabela seguinte fornece explicações sobre cada agente e por que motivo é importante.

Agente de protecção em tempo real
Finalidade

Anexos e ficheiros transferidos

Monitoriza ficheiros e programas concebidos para funcionar com browsers. Estes ficheiros podem se transferidos, instalados ou executados pelo próprio browser. O spyware e outro software potencialmente indesejável pode estar incluído nestes ficheiros e ser instalado sem o seu conhecimento.

Programas que são executados no computador

Monitoriza o início dos programas e quaisquer operações por eles executadas. O spyware e outro software potencialmente indesejável podem utilizar vulnerabilidades em programas que tenha instalado, para executar software malicioso ou indesejável sem o seu conhecimento. Por exemplo, o spyware pode ser executado em segundo plano quando inicia um programa que utiliza frequentemente. O Windows Defender monitoriza os programas a alerta-o se for detectada actividade suspeita.